Noticia
Loading...

CBF MUDA ESTRATÉGIA DE TRANSMISSÃO DE JOGOS DA SELEÇÃO E ABALA RELAÇÃO COM A GLOBO.

Data da postagem:30/05/2017

Parceiras há décadas, CBF e Globo não chegaram a um acordo para as transmissões dos amistosos da seleção brasileira em junho – contra Argentina e Austrália, nos dias 9 e 13, em Melbourne. Sem o acerto entre as partes, os jogos serão transmitidos pela TV Brasil e em plataformas digitais (Facebook) da confederação. O novo cenário abala a relação da entidade com a maior emissora do país, mas não chega a ser uma ruptura, segundo matéria publicada pelo UOL Esporte, assinada por Pedro Ivo Almeida e Rodrigo Mattos.


Em janeiro, no jogo entre Brasil e Colômbia em homenagem às vítimas do voo da Chapecoense, CBF e Globo já haviam discordado sobre o direito exclusivo para tal transmissão e não fecharam um acordo. A confederação liberou o sinal a todas as emissoras e fez o primeiro "teste" em seu Facebook.



Era o primeiro passo de uma possível "independência" nas transmissões. Desta vez, novo impasse. De acordo com a versão oficial, não houve acordo em relação a valores, em notas sem ataques ou discordâncias.



Segundo pessoas de ambos os lados ouvidas pela reportagem, o fato de a Globo não transmitir um jogo da seleção em data Fifa após anos não chega a simbolizar uma ruptura no "casamento". Profissionais da emissora e da CBF reforçaram que o diálogo pelos direitos de transmissões ainda é bom. A emissora, inclusive, já pensa nas transmissões dos amistosos que o time de Tite fará até a Copa do Mundo de 2018, na Rússia – serão no mínimo mais seis até lá.



Ainda assim, o futuro após o Mundial está aberto. Desejando uma receita maior, a CBF aperta a Globo e tenta fazer a emissora abrir os cofres ao sinalizar com um "bid" – espécie de leilão – pelos direitos do próximo ciclo, de 2018 a 2022.



A entidade comandada por Marco Polo Del Nero acredita que, em um novo momento de plataformas digitais alternativas, é possível faturar mais. A ideia é vender anúncios no Facebook, inclusive para os próprios patrocinadores da entidade, que podem gerar R$ 500 mil por cota para os cofres. Ou seja, dá para cobrir o valor pago pela Globo se a comercialização for bem-sucedida.



E quem atua juntamente com a entidade para explorar essas receitas é Marcelo Campos Pinto, ex-dirigente todo-poderoso da Globo que saiu após os escândalos de corrupção do Fifa Gate. Ele também tem uma relação muito próxima com o ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira, envolvido em acusações de desvios da entidade. Não está claro qual o efeito de sua participação no negócio e no futuro da relação com a emissora.



Mas, para os dirigentes da Confederação, é preciso ter muita certeza sobre as receitas geradas no futuro para se comprar uma briga com um parceiro do tamanho da Globo. Para os dois lados, a seleção brasileira representa um milionário faturamento nos moldes atuais.



A incerteza também ronda os patrocinadores da CBF. Ainda que acreditem numa mudança de modelo de transmissão, alguns procuraram a confederação com certo tom de preocupação em não ver sua marca exposta na TV aberta com maior alcance nacional.



Com a seleção brasileira já classificada para a Copa do Mundo da Rússia, os jogos contra Argentina e Austrália se tornaram sinônimos de testes não apenas para Tite, mas também para os negócios de CBF, Globo e outras emissoras e plataformas.


Fonte:http://www.esporteemidia.com/2017/05/cbf-muda-estrategia-de-transmissao-de.html


Share on Google Plus

About Beto Skyhd

Antenados na Sky e Cia.

4 comentários :

  1. E na TV fechada (SporTV) será transmitido normalmente?

    ResponderExcluir
  2. Essa porcaria de tv Brasil não pega na maioria das cidades e pior tem umas transmissões horríveis

    ResponderExcluir
  3. Ever wanted to get free Facebook Followers and Likes?
    Did you know you can get them ON AUTOPILOT AND TOTALLY FREE by getting an account on Like 4 Like?

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário