''>

Está na hora das emissoras darem mais valor à Série B do Brasileiro.

Data da  postagem:25/05/2017


Por:Gabriel Vaquer



Já estamos entrando na terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Na primeira, por exemplo, de seis partidas realizadas no sábado, apenas duas foram transmitidas em televisão aberta. O jogo entre Londrina e Internacional, estreante na Série B, foi transmitido pela RedeTV!, em rede nacional, e pela Globo, para o Estado do Rio Grande do Sul. Já a transmissão do jogo entre Criciúma e Santa Cruz, também rebaixado no ano passado, foi realizada para o Estado de Pernambuco pela Globo Nordeste.


Infelizmente, são poucas as vezes que as emissoras de televisão aberta transmitem os jogos do torneio, já que os horários da grande maioria das partidas são incompatíveis com as grades de programação dos canais.

No fim do ano passado, a TV Brasil, com cobertura em 26 estados do país, decidiu que não transmitiria o campeonato de 2017 por questões financeiras. A RedeTV!, que tem cobertura menor no país, promete transmitir aos sábados 28 dos vários jogos do torneio nesse ano, em rede nacional. A Globo, por exemplo, só faz transmissões de jogos para um único estado, o que contribui para uma certa desvalorização da Série B por falta de visibilidade.

Outro fato preocupante, a meu ver, é a qualidade das narrações desses jogos. Uma equipe de transmissão tem que ser capaz de passar a emoção da partida para que o telespectador que assiste ao jogo no conforto de casa possa se sentir parte da torcida presente nos estádios. Infelizmente, não foi o que pude observar nesse último sábado, especialmente na transmissão da Globo para o Rio Grande do Sul.

Uma equipe competente, com comentaristas e um narrador com anos de experiência em transmissões esportivas, mas que, infelizmente, não foi capaz de me prender em frente à TV. Gritos de gol sem animação, distrações durante a partida e repetições atrasadas de lances são coisas que me incomodaram muito.

Espero que tanto a Série B quanto os outros campeonatos inferiores sejam mais valorizados pelas emissoras, conseguindo chegar à maioria dos lares brasileiros. Gostaria que a desvalorização desses torneios, bem como o preconceito que existe por parte de alguns, sejam eliminados.


Fonte:tv historia

Nenhum comentário

Deixe seu comentário