''>

Planilha revela que Anatel divulga dados fictícios de TV por assinatura.

Data da postagem:16/05/2017
Gisele Bündchen em campanha da Sky: operadora alterou dados após divulgação da Anatel

Todos os meses, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) divulga um informe sobre o total de assinantes de TV paga no país. No final de abril, por exemplo, contou que o setor perdeu 9.989 clientes em março. O banco de dados online da agência, no entanto, mostra outra realidade: há dois meses, ao invés da queda, o mercado teve um espetacular crescimento de 268.094 assinantes, graças a uma notificação extemporânea da Sky. A agência reconhece a existência de "problemas".

A gigantesca discrepância entre os dados de março revela que a Anatel divulga relatos fictícios, que são reproduzidos por centenas de veículos país afora, inclusive pelo Notícias da TV, e que acabam virando "verdade".

Uma comparação entre as duas fontes de informação traz um resultado surpreendente: nos últimos oito meses, a agência divulgou à imprensa uma única vez, em dezembro de 2016, os mesmos dados relatados pelas operadoras.
Nos demais meses, as diferenças vão de 535 assinantes, em agosto do ano passado, aos quase 270 mil de março último. Em dois meses, a divergência superou os 30 mil assinantes, uma quantia considerável para um mercado em crise há quase três anos. 

Segundo a Anatel, essa variação ocorre porque seu banco de dados, composto por planilhas FTP, é alimentado pelas próprias operadoras de TV paga. São elas quem atualizam as informações. E, quase todo mês, há atualizações após a divulgação do informe da Anatel.

Foi o que aconteceu com os dados de março: as informações distribuídas à imprensa eram de 24 de abril. No início de maio, no entanto, a Sky acrescentou 278.133 clientes ao seu saldo de março _um dado irreal para uma empresa que perdeu 190.640 assinantes em 2016. Procurada, a Sky não esclareceu como conseguiu esse "milagre". 

Os dados informados pelas operadoras às vezes são grosseiramente errados. Em fevereiro, a cidade de Juquitiba, na Grande São Paulo, chegou a "ter" 39.269 assinantes. Essa informação foi corrigida posteriormente para 3.677. Ainda bem. Segundo o IBGE, Juquitiba tinha apenas 30.837 habitantes em 2016. Seria um caso único de localidade com mais assinante do que morador.

As divergências entre os números notificados criaram um cenário surreal. Pelos dados das planilhas FTP da Anatel, de fevereiro de 2016 para fevereiro de 2017, a queda do mercado foi de 363.343 assinantes. De março de 2016 para março de 2017, a oscilação negativa foi de apenas 59.620.

Ou seja, de um mês para o outro, saímos de uma realidade dramática para uma situação não muito preocupante.

Outro lado

Questionada pelo Notícias da TV sobre a confiabilidade dos dados das planilhas FTP, informados pelas próprias operadoras, a Anatel respondeu, em nota produzida por sua área de comunicação social: "Sabemos que existem problemas e continuamente trabalhamos para reduzi-los".

A agência minimiza as diferenças entre o que é divulgado à imprensa e o que aparece como definitivo nas planilhas. "Mês a mês, pequenas alterações ocorrem nos dados referentes ao último mês (motivadas por inclusões feitas pelas próprias prestadoras). São alterações muito pequenas", argumenta.

O discurso muda quando a pergunta se refere à variação entre o saldo de 12 meses acumulado até fevereiro e até março últimos (de mais de 300 mil assinantes): "Como houve crescimento de 268.094 acessos no último mês [março], a variação em relação aos últimos 12 meses cai drasticamente".

A Anatel não esclareceu por que não divulga um novo informe à impresa sempre que há uma atualização que gera uma distorção grande, como a da Sky em março. 

"O release à imprensa é elaborado e divulgado a partir de informe da área técnica da agência encaminhado à Assessoria de Comunicação de que os dados relativos ao mês estão publicados no FTP da Anatel. O release informa a situação da base de dados do FTP da Anatel no momento da divulgação", diz a agência.

Embora não faça atualizações de seus releases, como são chamados os textos enviados à imprensa, a Anatel considera os dados atualizados no FTP para a elaboração do informe do mês seguinte. Ou seja, o próximo boletim aos jornalistas, sobre os dados de abril, levará em conta que março teve um crescimento de 268.094 assinantes.




Nenhum comentário

Deixe seu comentário