''>

'GLOBO ESPORTE' DEDICA APENAS 48 SEGUNDOS PARA O AMISTOSO BRASIL E ARGENTINA

Data da postagem:09/06/2017
Emissora enviou Tino Marcos para cobertura da partida (Reprodução)

Se você buscava informações sobre o clássico entre Brasil e Argentina durante esta semana, não encontrou na Globo. Ao menos não antes das equipes irem a campo na manhã desta sexta-feira. O duelo só ganhou a atenção da emissora no 'Globo Esporte' depois que o jogo terminou.


Durante toda esta semana, tanto 'Jornal Nacional' como 'Globo Esporte', principal jornal e esportivo da casa, o jogo não foi tema até a última quinta-feira. Nesta sexta-feira, depois da vitória Argentina, o programa esportivo deu 48 segundos para o duelo.

A emissora até chegou a mandar uma equipe para a Austrália, com a presença do repórter Tino Marcos. Mas o material só foi ao ar nesta sexta-feira com a participação gravada do repórter e lances da CBF TV.

Para efeito comparativo, o clássico Brasil e Argentina teve menos espaço no 'Globo Esporte' do que a matéria do jogo do São Paulo. O handebol, que ocupará a programação do canal no domingo, teve uma matéria maior, com 57 segundos.

De acordo com o UOL Esporte, por Leandro Carneiro e Rogerio Jovanelli, a ordem interna na Globo é que o jogo só seria noticiado no canal se algo urgente acontecesse.

A Globo não ignorou totalmente o amistoso entre Brasil e Argentina. O jogo chegou a ocupar o noticiário da partida com a convocação dos jogadores, repercussão dentro dos clubes e até o corte de Lucas Lima. Nas ocasiões, a emissora informou a data do jogo.

No entanto, todas essas notícias foram dadas antes da negociação entre Globo e CBF se encerrar sem os direitos de transmissão para a emissora.

Vale lembrar que esse foi o primeiro jogo da seleção principal sem transmissão da Globo para o Brasil desde 2010, na estreia de Mano Menezes. Naquele ano, o jogo passou no SporTV e na Globo Internacional, por opção do canal que não quis deixar a novela de fora da sua programação. Em 2012, nos Jogos de Londres, o canal também ficou sem a seleção olímpica já que os direitos pertenciam a Record.

O último amistoso do Brasil, com jogadores do exterior, havia sido contra o Panamá em maio de 2016. Com direitos de transmissão, na época, a Globo deu espaço para o jogo nos dois dias que antecederam o duelo, tanto no 'Globo Esporte' como no 'Jornal Nacional'.

AVALIAÇÃO

Nos corredores do Grupo Globo, a avaliação é que a Seleção Brasileira perdeu visibilidade e houve “depreciação do produto” após o novo sistema de transmissão da equipe adotado pela CBF e que deixou de fora a emissora carioca. A informação é do Lance!, por Fábio Suzuki. Os comentários de diretores da Globo é que todos no país perderam: torcedores, patrocinadores e a própria equipe comandada por Tite. 

Fonte:http://www.esporteemidia.com/2017/06/globo-esporte-dedica-apenas-48-segundos.html


Nenhum comentário

Deixe seu comentário