''>

Repórter rola no chão aos socos com entrevistada e termina na delegacia.

Data da postagem:19/06/2017
Ticiane Bicelli, repórter da TV Aratu (afiliada do SBT na Bahia), se envolveu em um barraco daqueles durante uma reportagem no mercado do peixe na feira de São Joaquim, em Salvador, na semana passada.


Por:Keila Jimenez

A reportagem era sobre o preço cobrado para usar o banheiro local. Segundo a repórter, a matéria era divertida, e buscava entender o motivo do preço para fazer (número 1), segundo a placa do banheiro, era mais barato que para fazer o número 2. Quem pretendesse somente urinar tinha que pagar R$ 0,50, enquanto o "número dois" (defecar) cobravam um real. Ticiana tentou falar com uma funcionária no local, e a entrevista acabou em uma discussão que terminou em agressão, com as duas rolando no chão do mercado.
A briga foi apartada, mas o equipamento do SBT acabou danificado e a repórter terminou machucada. Levou socos, arranhões e uma imensa mordida no braço. Todos os envolvidos foram encaminhados para a delegacia para prestar esclarecimentos, mas não havia delegado no local.
De acordo com o depoimento da repórter e do cinegrafista, uma das mulheres chegou a fazer ameaças de morte à Ticiana, entrando em um dos boxes para buscar uma faca, mas a repórter conseguiu se livrar da agressão e chamar a polícia.
O Sindicato dos Jornalistas da Bahia emitiu nota repudiando a agressão.
Confira o momento da agressão:




Fonte:Ktv

Nenhum comentário

Deixe seu comentário